FG News: Pesquisa revela que cristãos são perseguidos em 128 países por causa de sua fé

Postado em: 18-04-2017 Imagem redimensionada



O n√ļmero de pa√≠ses onde os crist√£os sofrem restri√ß√Ķes religiosas passou de 108 para 128 em apenas um ano, segundo um novo estudo publicado pelo Pew Research Center.

Os resultados mostram que o aumento de pa√≠ses com n√≠veis elevados de restri√ß√Ķes religiosas com base em suas leis, pol√≠ticas e a√ß√Ķes de governo subiu para 25% em 2015.

Na Europa, o aumento das restri√ß√Ķes aconteceu no ano em que seus pa√≠ses acolheram um n√ļmero crescente de refugiados e quando uma s√©rie de ataques com motiva√ß√Ķes religiosas abalaram a Fran√ßa.

Para a pesquisadora principal do estudo, Katayoun Kishi, ainda √© muito cedo para dizer se o aumento √© uma tend√™ncia ou um marco moment√Ęneo. ‚ÄúN√≥s temos que esperar e ver se at√© o pr√≥ximo ano esta tend√™ncia continua ou se √© um evento √ļnico, pois √© um aumento modesto‚ÄĚ, ela afirmou.

Vários fatores refletiram no aumento da violência social relacionada à religião, onde pessoas foram agredidas ou deslocadas por causa da sua fé.

De acordo com o estudo, dentre 198 pa√≠ses avaliados, cerca de 105 experimentaram ass√©dio do governo por motivos religiosos. Em 2014, esse n√ļmero era de 85. Em 2015, grupos religiosos de em 23 pa√≠ses foram alvo de mais de 200 casos de repress√£o do governo.

O Oriente M√©dio e Norte da √Āfrica foram as regi√Ķes que tiveram a maior porcentagem ass√©dio do governo e outras for√ßas contra grupos religiosos, sendo parte de 95% dos casos. Por outro lado, o local que sofreu o maior aumento desses casos √© a Europa, tendo participa√ß√£o de 53% nas restri√ß√Ķes religiosas entre 2014 e 2015.

Mais de 200 casos de uso de for√ßa do governo contra grupos religiosos foram registrados apenas na Fran√ßa e R√ļssia.

Na Fran√ßa, a maioria dos casos envolvem indiv√≠duos que est√£o sendo punidos por violarem a proibi√ß√£o de cobrir o rosto em espa√ßos p√ļblicos. Na R√ļssia, evang√©licos est√£o sendo processado por exercerem sua religi√£o.

De maneira geral, o Egito foi o pa√≠s que teve n√≠veis mais altos de restri√ß√Ķes do governo sobre a religi√£o em 2015, enquanto a Nig√©ria teve as maiores hostilidades sociais.

Os 198 pa√≠ses que fizeram parte do estudo foram avaliados com dois √≠ndices: restri√ß√Ķes do governo e hostilidades social. As fontes prim√°rias da pesquisa incluem relat√≥rios de ag√™ncias governamentais dos Estados Unidos, Organiza√ß√£o das Na√ß√Ķes Unidas (ONU) e organiza√ß√Ķes n√£o-governamentais.

Fonte: Guia-me