FG News: Bebê é curado de um tumor na boca após igrejas se unirem em oração

Postado em: 16-05-2017

A China - nação mais populosa do mundo - está enfrentando uma grave crise com relação ao abandono de bebês e, neste caso, as crianças que nascem com deficiência física acabam sendo as mais rejeitadas por seus próprios pais.

Imagem redimensionadaUm casal chinês, no entanto, salvou uma dessas crianças e clamou a Deus para que Ele operasse um milagre na vida daquele bebê.

Por sete anos, Fu Chun Zhi e sua esposa, Xiao Li, tentaram ter um bebê juntos, mas esta casal cristão enfrentava grandes dificuldades para que ela engravidasse.

Finalmente, em 2011, eles decidiram adotar uma criança abandonada e ficaram emocionados quando conheceram o bebê em um orfanato local.

"Assim que recebemos o telefonema, ficamos felizes, minha esposa e eu mal podíamos esperar para ver esse bebê", disse Zhi. "Parecia que sempre estivemos esperando aquele bebê".

No meio de sua felicidade, o casal recebeu tristes not√≠cias. O beb√™ que eles pensavam ter a sa√ļde perfeita havia nascido com um pequeno tumor na boca e n√£o conseguia comer, nem beber nada.

"N√≥s n√£o sab√≠amos o que fazer, quer√≠amos criar o beb√™, mas o custo da cirurgia era muito caro, n√£o t√≠nhamos condi√ß√Ķes de pagar. N√≥s est√°vamos com o cora√ß√£o partido... perdemos as esperan√ßas, sem saber que dire√ß√£o poder√≠amos tomar", disse Zhi.

Vendo a situação de Zhi e sua esposa, os líderes da igreja se compadeceram do casal e começaram a se mobilizar para ajudá-los de alguma forma.

"Esses membros da nossa igreja passaram por momentos dif√≠ceis. Eles n√£o pediram nada, al√©m de ora√ß√Ķes e conselhos. Ent√£o, eu convidei todos os crist√£os a orarem por um milagre", disse a pastora auxiliar Kate Gu, em depoimento √† CBN News.

Igrejas unidas por um propósito

Mas como se não fosse o bastante para já deixar Zhi e sua esposa comividos com esta campanha de oração em sua igreja na China, esta mobilização se transformou em uma grande corrente, viajando para o outro lado do mundo.

Os norte-americanos Audrey e Rob Post ouviram falar dos desafios que a fam√≠lia chinesa estava enfrentando. Um membro de sua igreja nos EUA compartilhou a hist√≥ria e pediu aos fi√©is que orassem. O casal residente nos EUA permaneceu fiel em suas ora√ß√Ķes pela cura do beb√™, acreditando que Deus responderia a este clamor por um milagre.

"Meu marido e eu sempre soubemos que o Senhor pode fazer milagres, Jesus respondeu √†s nossas ora√ß√Ķes muitas veze e acreditamos que nada √© dif√≠cil demais que o Senhor n√£o possa fazer", disse Audrey Post.

De volta à China, a pastora Kate comentou que para muitos, o milagre parecia "demorar a acontecer", mas lembrou que as maneiras de Deus trabalhar vão além do conhecimento humano.

"O favor de Deus aparecerá quando não tivermos nada. Só porque eles não viam claramente uma saída, não significava que Deus não estava trabalhando nos bastidores", disse a líder. "Eu disse ao casal, que ambos permanecessem fiéis e fossem paciente".

Até que certo dia, Zhi e Xiao Li viram seu bebê simplesmente cuspir algo estranho. Quando se aproximaram para ver, descobriram que era o tumor que estava alojado na boca da criança. Aquele momento trouxe o casal às lágrimas.

"√Č um milagre! S√≥ Jesus poderia fazer um milagre t√£o inesperado dessa forma", disse Zhi. "Quando todos n√≥s, crist√£os, nos unimos para orar, podemos mover montanhas!".

Não só Deus deu a uma criança abandonada uma nova casa, mas também realizou um milagre que muda a vida de toda uma família chinesa.

Fonte: Guia-me