FG News: "N√£o adoramos ao governo, adoramos a Deus", diz Donald Trump

Postado em: 16-05-2017 Imagem redimensionada

Durante um discurso de abertura na universidade evangélica Liberty, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump disse aos estudantes presentes: "nos Estados Unidos não adoramos o governo, adoramos a Deus" e "prometemos proteger sua liberdade religiosa". Ele também os encorajou a nunca desistir, mas a aceitarem ser agentes de transformação no mundo, mesmo que para isso acabem parecendo "estranhos" na sociedade.

"Enquanto eu for seu presidente, ninguém jamais os impedirá de praticar sua fé", disse Trump na escola de confissão evangélica, em Lynchburg, no estado da Virgínia (EUA), diante de uma multidão de cerca de 50 mil pessoas.

"A América sempre foi a terra dos sonhos, porque a América é uma nação de verdadeiros crentes", continuou o presidente. "Quando os peregrinos desembarcaram em Plymouth, eles oraram, quando os fundadores escreveram a Declaração de Independência, eles invocaram nosso Criador quatro vezes, porque na América não adoramos ao governo, adoramos a Deus".

Trump acrescentou que, pela mesma raz√£o, os eleitos nos Estados Unidos imp√Ķem as m√£os sobre a B√≠blia e dizem: "Ent√£o ajude-me Deus", enquanto fazem o juramento de posse. "√Č por isso que nossa moeda orgulhosamente declara, 'Em Deus n√≥s confiamos', e √© por isso que orgulhosamente proclamamos que somos uma na√ß√£o sob Deus a cada vez que fazemos o juramento de fidelidade".

Trump continuou seus discurso, destacando que a "história da América é de uma aventura que começou com fé profunda, grandes sonhos e princípios humildes".

O presidente também falou sobre o fundador da universidade Liberty, o Rev. Jerry Falwell e como o pastor era visionário.

"Tudo come√ßou com uma vis√£o. Esta vis√£o era de uma universidade de n√≠vel mundial para os crist√£os evang√©licos ... Sem d√ļvida, muitas pessoas lhe disseram que seus planos eram inalcan√ß√°veis, e estou certo de que eles continuaram a dizer isto por muito tempo depois dele ter iniciado, com apenas 154 estudantes, mas o fato √© que ningu√©m nunca conseguiu algo significativo sem uma multid√£o de cr√≠ticos falando que tais sonhos eram imposs√≠veis", destacou.

O presidente também incentivou os graduados a "tratarem a palavra 'impossível' como nada mais do que uma motivação".

"Apreciem a oportunidade de serem inovadores, à frente de seu tempo. Abracem esta missão, porque são pessoas assim que mudam o mundo e que fazem uma diferença real e duradoura. Muitos dirão que vocês estão errados, mas vocês devem persistir, continuem indo em frente", finalizou.

Fonte: Guia-me