FG News: Escola cancela Dia das M√£es para celebrar a "diversidade de g√™nero‚ÄĚ

Postado em: 16-05-2017

√Č uma tradi√ß√£o para os alunos da escola prim√°ria dedicar um tempo para fazer cart√Ķes do Dia das M√£es em suas salas de aula, antes do feriado. Todas as escolas fazem isso, n√£o √©? Seja um cart√£o, uma pintura, uma ‚Äúlembrancinha‚ÄĚ, os pais amam receber presentinhos dos filhos. Mas neste ano ser√° diferente em uma escola canadense.

Imagem redimensionadaA Escola Prim√°ria Albert McMahon no Canad√° cancelou as comemora√ß√Ķes do Dia das M√£es para celebrar a ‚Äúdiversidade‚ÄĚ e respeitar um "trauma recente" experimentado por um estudante. O Dia dos Pais tamb√©m foi cancelado.

"Essa √© uma forma de celebrar a diversidade, inclusividade e tamb√©m nutrir nossos alunos que fazem parte de fam√≠lias n√£o tradicionais. Decidimos incentivar que as celebra√ß√Ķes sejam realizadas apenas em casa", disse a escola em uma carta aos pais.

"Devido a isso, as crianças não vão fazer presentes na escola para dar no Dia das Mães e também no Dia dos Pais". A notícia fez com que alguns pais ficassem consternados com a decisão da escola.

Abandono das tradi√ß√Ķes

"Este ser√° o primeiro ano em que n√£o receberemos presentes feitos com amor pelos nossos filhos. E uma vez que s√≥ temos um filho, isso se torna muito pior", explicou Roy Glebe, um dos pais que t√™m um filho que frequenta a escola prim√°ria. "Eu n√£o entendo por que n√≥s, como canadenses, precisamos abandonar nossas tradi√ß√Ķes que foram passadas por gera√ß√Ķes", reclamou.

"Congratulo-me com todas as ra√ßas e etnias, mas for√ßar os pais a desistir de coisas que s√£o importantes para n√≥s como os canadenses √© uma porcaria. E n√£o tem nada a ver com a religi√£o? Voc√™ n√£o pode comemorar o dia da sua m√£e ou do seu pai?‚ÄĚ, Roy acrescentou.

Apesar disso, a escola diz que n√£o cancelaram as comemora√ß√Ķes por raz√Ķes pol√≠ticas, mas para respeitar um estudante que poderia ser afetado negativamente pelas comemora√ß√Ķes.

"O objetivo disso não é relacionar nada com qualquer plano político", disse Angus Wilson, superintendente do distrito escolar, à KXTV. "Fizemos isso porque houve um recente trauma envolvendo um aluno e seus pais", explicou.

O superintendente n√£o p√īde discutir o trauma da crian√ßa com detalhes. Ele disse que os professores n√£o queriam realizar as celebra√ß√Ķes da sala de aula este ano e resolveram fazer diferente. "N√£o h√° nenhum plano para eliminar o Dia das M√£es. Esta foi uma iniciativa inteiramente de alguns professores da escola", disse ele. "Isso n√£o afeta o curr√≠culo atual", concluiu.

Fonte: Guia-me