FG News: Marcha para Jesus evitará falar de crise, mas vai 'orar pelo país', diz bispo

Postado em: 15-06-2017 Imagem redimensionada

O Instagram do ap√≥stolo Estevam Hernandes, fundador da igreja Renascer em Cristo, foi superpovoado por personalidades nas √ļltimas semanas.

Lá apareceram, em vídeo, os prefeitos João Doria (PSDB-SP) e Marcelo Crivella (PRB-RJ), o jogador Neymar, o técnico do Corinthians, Fábio Carille, o deputado Tiririca (PR-SP), os apresentadores Raul Gil e Sonia Abrão e o sambista Neguinho da Beija Flor.

Todos faziam um convite: venham à Marcha para Jesus, que acontece nesta quinta-feira (15) em São Paulo, 25 anos após ter sido idealizada por Hernandes. A convocatória sofreu um desfalque : Michel Temer também gravou um chamado ao maior evento evangélico do país, a pedido do deputado federal Marcelo Aguiar (DEM-SP), ligado à Renascer.

Mas Hernandes pediu para remover de sua rede social a filmagem em que Temer exalta o "modelo de congrega√ß√£o de pessoas que confessam a mesma f√© [...] e especialmente confiam no Brasil". "Ele tirou depois de todas as den√ļncias recentes, achou melhor tirar at√© que elas fossem apuradas", diz a assessoria de imprensa da Renascer em Cristo.

Sob a hashtag #todalínguaconfessará, o vídeo foi publicado seis dias antes de vir à tona a notícia de que Joesley Batista gravara um áudio com o presidente. Ela continua no ar ao menos em um lugar: na página de Facebook do bispo Carlinhos Hernandes, que não é parente do apóstolo (o sobrenome é uma homenagem, já que muitos pastores veem o líder da igreja como "pai espiritual", segundo a assessoria).

A organização da Marcha para Jesus 2017 tenta blindá-la do vendaval político que assola a nação. A despeito da ebulição social, segundo o coordenador do evento, bispo Leandro Miglioli, a crise não será abordada diretamente no palco montado no Campo de Marte -ponto final da procissão de oito trios elétricos que começará às 10h, na praça da Luz (região central de SP).

"A Marcha n√£o tem como objetivo exaltar qualquer coisa negativa acontecendo no Brasil, a n√£o ser orar por ele. Vamos marchar, sim, para Deus aben√ßoar nosso pa√≠s", diz Miglioli, conhecido como bispo L√™, 41 ‚Äďele lidera movimentos jovens da Renascer, como um campeonato de MMA, o Ultimate Reborn Fight.

Em edi√ß√Ķes recentes, contudo, c√° e l√° pipocaram men√ß√Ķes a casos de corrup√ß√£o. Em 2015, cartazes contra o aborto (de praxe no evento) dividiram espa√ßo com outros a favor da "faxina √©tica". No ano passado, o ap√≥stolo Hernandes citou o medo de vaias para explicar uma Marcha esvaziada de pol√≠ticos. "Muitos est√£o fugindo das grandes concentra√ß√Ķes."

Para 2017, Doria finalizou o convite virtual para a Marcha com seu clássico símbolo de "acelera" (quando faz com a mão um "V" na horizontal). Foi elogiado pelos seguidores do líder da Renascer ("tomando por base o prefeito anterior, esse é top!", comentou um deles).

Mas o tucano n√£o comparecer√° em carne e osso: estar√° fora da cidade no dia. Seu vice, Bruno Covas, o representar√°.

A presença do governador Geraldo Alckmin era esperada até a tarde da véspera, mas ainda não havia sido confirmada.

A Marcha tem custo estimado em R$ 1 milh√£o. A Prefeitura banca parte do valor, mas a maioria da renda vem da venda de camisetas tem√°ticas, segundo o bispo Miglioli.

E ela √© de lei. Em 2009, o ent√£o presidente Lula sancionou um projeto para instituir o Dia Nacional da Marcha para Jesus (no primeiro s√°bado contados 60 dias ap√≥s o domingo de P√°scoa). Alckmin foi uma √ļnica vez ao evento, em 2013, e dois anos depois assinou lei estadual similar √† federal.

A escassez de políticos, mesmo antes da crise estourar, não incomoda, afirma o coordenador da celebração gospel. "A maior autoridade do evento é Jesus Cristo."

Para o deputado e pastor Marco Feliciano (PSC-SP), pr√©-candidato ao Senado, "a marcha √© a conquista de um segmento que sofreu persegui√ß√£o e preconceito ‚Äďe ainda sofre".

O senador Magno Malta (PR-SP) e sua esposa, Lauriete, estão no line-up musical. Com as filhas Magda e Carla, Malta tem a banda de pagode gospel Tempero do Mundo. Também escaladas estão as cantoras Nãna Shara (filha de Baby do Brasil com Pepeu Gomes), pastora do Ministério Firmados na Rocha, e Eyshila.

A √ļltima aparece nas redes sociais da Marcha para Jesus. Na descri√ß√£o de sua foto: "Vamos ser o maior pa√≠s evang√©lico do mundo!". O bispo Miglioli diz que espera repetir o p√ļblico de edi√ß√Ķes passadas, estimado pela organiza√ß√£o em tr√™s milh√Ķes de pessoas. C√°lculos da Pol√≠cia Militar e do Datafolha foram mais modestos, aqu√©m de 350 mil.

Fonte: Folha de S√£o Paulo