FG News: Igrejas crist√£s cancelam atividades no Egito por raz√Ķes de seguran√ßa

Postado em: 14-07-2017

A Igreja Copta e a Igreja Cat√≥lica cancelaram todas as confer√™ncias atividades culturais e viagens previstas no Egito at√© o final deste m√™s por motivos de seguran√ßa, informaram √† Ag√™ncia Efe nesta sexta-feira ambas as institui√ß√Ķes.

A Igreja Copta Ortodoxa, a da maioria entre os crist√£os do pa√≠s, suspendeu os trabalhos conforme instru√ß√Ķes e informa√ß√Ķes recebidas pelo Minist√©rio do Interior, com o qual est√° em permanente contato desde os atentados contra catedrais coptas realizados no Domingo de Ramos, de acordo com o porta-voz Boulos Halim.

Ele assegurou que n√£o existe qualquer amea√ßa concreta de terrorismo que tenha motivado a suspens√£o das opera√ß√Ķes e a decis√£o se deve ao ambiente "geral da seguran√ßa" no pa√≠s. A igreja estudar√° posteriormente se aumenta o prazo ou se poder√° voltar ao normal.

A decisão também foi adotada pela Igreja Católica, mas nesse caso as atividades religiosas dentro dos templos estão mantidos, de acordo com o porta-voz da Igreja Católica no Egito, Rafic Greiche.

Desde dezembro de 2016, o grupo jihadista Estado Isl√Ęmico (EI) reivindicou a autoria de uma s√©rie de atentados contra crist√£os coptas em diferentes pontos do norte e centro do Egito. Centenas de pessoas morreram nessas a√ß√Ķes.

Dezenas de famílias cristãs fugiram em fevereiro deste ano da província do Sinai do Norte (nordeste), onde o Wilayat Sina - a filial egípcia do EI - tem sua base, depois que extremistas muçulmanos fizeram vários ataques e ameaças.

Os cristãos coptas representam quase 12% da população do Egito. Os atentados de abril fizeram o governo decretar estado de emergência em todo o país, que já era aplicado no Sinai do Norte desde 2014.

Fonte: UOL