FG News: Igreja cristã criada no México afirma ter 5 milhões de fiéis

Postado em: 15-08-2007 A igreja cristã Luz do Mundo, criada na cidade de Guadalajara, no oeste do México, já conta com mais de 5 milhões de fiéis em todo o mundo, disse nesta terça-feira o seu porta-voz, durante a sua principal celebração litúrgica.

Cerca de 300 mil fiéis de 39 países participaram em Guadalajara da Santa Ceia. É o ritual mais importante da congregação, que em 2007 completa 81 anos. Ela foi criada em dezembro de 1926.

Durante uma semana os membros da igreja ocupam as ruas de Guadalajara, capital do estado de Jalisco, com suas roupas características. As mulheres vestem uma saia longa, que cobre até os tornozelos; os homens andam sempre com a Bíblia sob o braço.

Armando Maya, porta-voz da instituição religiosa, disse que a congregação conta com cerca de 5 milhões de fiéis ao redor do mundo, incluindo comunidades na Europa, Ásia, Oceania, África e América.

Este ano a Finlândia entrou para a lista de países nos quais a Luz do Mundo conta com uma sede. Segundo Maya, as delegações estrangeiras mais numerosas este ano chegaram dos Estados Unidos, com aproximadamente 30 mil fiéis, e da Guatemala, Honduras e Costa Rica, com 4 mil cada.

Da Europa, a principal delegação é a da Espanha, que enviou a 350 representantes, a maioria de Madri.

O atual diretor da Luz do Mundo, o mexicano Samuel Joaquín Flores, leu hoje um sermão sobre o significado da morte de Cristo.

Em seguida, liderou a distribuição do pão e do vinho, lembrando a última ceia de Jesus com seus apóstolos.

Entre soluços e orações exaltadas, que marcam as cerimônias, Joaquín falou da redenção das almas e do perdão dos pecados.

As festividades anuais começaram no dia 9 de agosto.

Independentemente dos benefícios espirituais, segundo o porta-voz da igreja a semana de cerimônias deixa cerca de US$ 90 milhões na cidade.

A Luz do Mundo foi fundada em 1926 por Eusebio Joaquín Flores, depois chamado Aarón Joaquín Flores. Ele proclamou a restauração do que chamou de "igreja primitiva", baseada nas palavras de Jesus Cristo e dos seus apóstolos.

Fonte: EFE