Missões: Missionário é agredido e ameaçado na Índia

Postado em: 11-09-2006 Assim que Jakson, missionário do Gospel for Asia (GFA), desceu do ônibus, quatro homens de um grupo radical anticristão o agarraram e levaram à força a um arrozal próximo.

Eles fizeram muitas perguntas sobre dois jovens cristãos, que, por causa do testemunho de Jakson, estavam planejando freqüentar o seminário do GFA para se tornarem missionários.

Os quatro homens começaram a bater em Jakson, atirando-o ao chão. Enquanto eles estavam batendo nele, um vizinho se aproximou e implorou aos homens que parassem.

Os quatro homens foram embora, mas antes fizeram ameaças – eles avisaram ao missionário do GFA que ele e os cristãos de sua igreja não deveriam se encontrar para cultos ou se envolver em nenhum tipo de atividade cristã.

Recuperação e proteção

Eles então fizeram visitas aos pais dos dois jovens que planejavam freqüentar o seminário, ameaçando-os de morte caso permitissem que seus filhos prosseguissem com seus planos.

O vizinho de Jakson levou-o para casa e depois foi a uma cidade próxima em busca dos líderes do GFA para informá-los do incidente. Embora ainda não seja um cristão, esse vizinho freqüenta o grupo de comunhão de Jakson.

A situação na aldeia de Jakson permanece tensa, e as agressões deixaram marcas em seu corpo. Os líderes do GFA pedem oração por Jakson e sua família, e também por aqueles que se opõem a ele.

“Oramos para que ele recupere rápido a plena força e por proteção para sua família”, disse um líder do Gospel for Ásia. “Oramos para que o trabalho de Jakson prossiga sem interferência na região.”

O líder também destacou a coragem e a gentileza do vizinho de Jakson. A oração do missionário é que seu vizinho, em breve, coloque sua fé em Cristo.

Fonte: Portas Abertas