FG News: Congresso de líderes religiosos busca o diálogo para a paz

Postado em: 15-09-2006 O secret√°rio-geral da Federa√ß√£o Luterana Mundial (FLM), Ishmael Noko, que participou do II Congresso de l√≠deres de tradi√ß√Ķes religiosas reunido em Astana, afirmou que o tema do di√°logo inter-religioso n√£o pode ser ditado pela pol√≠tica, mesmo nesses tempos em que o assunto terrorismo parece tudo dominar.

Na abertura do Congresso, na quarta-feira, o presidente do Cazaquist√£o, Nursult√°n Abischewitsch Nasarbajew, declarou que conflitos pol√≠ticos n√£o podem mais ser solucionados apenas no campo pol√≠tico. As religi√Ķes e seus l√≠deres s√£o um fator decisivo para a constru√ß√£o da paz e a seguran√ßa no mundo, agregou.

Nasarbajew prop√īs que a Organiza√ß√£o das Na√ß√Ķes Unidas conclame para um ‚ÄúAno Internacional da Toler√Ęncia Religiosa e Cultural‚ÄĚ.

Participaram do Congresso em Astana 27 delega√ß√Ķes, reunindo 180 pessoas, de 20 pa√≠ses, representantes do budismo, cristianismo, hinduismo, islamismo, juda√≠smo, xinto√≠smo e tao√≠smo, tamb√©m da ONU e da UNESCO, do Parlamento Europeu e de institui√ß√Ķes em busca da amplia√ß√£o do di√°logo religioso e da liberdade religiosa. O encontro terminou ontem.

A Rep√ļblica do Cazaquist√£o, uma ex-rep√ļblica da Uni√£o Sovi√©tica, est√° localizada no centro-oeste da √Āsia, tem 16,3 milh√Ķes de habitantes, a maioria seguidora do islamismo e onde o cristianismo √© minorit√°rio. A taxa de analfabetismo no pa√≠s √© zero e tem uma densidade demogr√°fica de seis habitantes por quil√īmetro quadrado.

Fonte: ALC