FG News: Presas devem ter acesso ao aborto, diz corte dos EUA

Postado em: 24-01-2008 Uma corte de apela√ß√Ķes se pronunciou a favor de que as detentas do Estado do Missouri, nos EUA, tenham acesso a transporte fora da pris√£o quando quiserem interromper um gravidez.

A decis√£o un√Ęnime da corte, anunciada na ter√ßa-feira, obrigaria os funcion√°rios das pris√Ķes a restabelecer uma pol√≠tica para fornecer transporte √†s presas que quiserem abortar, como j√° acontece em outros pres√≠dios nos EUA.

"Antes de 5 de setembro de 2005, o Departamento Correcional do Missouri tinha uma política de fornecer transporte fora do estabelecimento às internas que quisessem interromper sua gravidez", lembrou a corte.

Ap√≥s esta data, por√©m, a pol√≠tica foi alterada, permitindo √†s presas serem transferidas para abortar apenas em caso de "amea√ßa √† vida ou √† sa√ļde da m√£e".

As autoridades alegaram que a política mudou para proteger os agentes penitenciários, cujas vidas e segurança eram postas em risco, quando acompanhavam as mulheres fora da prisão.

A corte afirmou que permitir que uma gravidez continuasse era ainda mais arriscado para as guardas, já que as internas teriam de ser acompanhadas não uma, como no caso de aborto, mas várias vezes a consultas médicas durante a gestação.

Fonte: AFP