FG News: Vizinho processa igreja evangélica por causa de barulho

Postado em: 29-05-2008 Incomodado com o barulho dos cultos evang√©licos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Cordovil, o servidor p√ļblico Wellington dos Santos Dutra, de 27 anos, decidiu recorrer √† Justi√ßa. Ele move uma a√ß√£o na 1¬™ Vara C√≠vel para estabelecer limites de hor√°rios para os cultos religiosos e para o volume do som. Segundo ele, n√£o h√° tratamento ac√ļstico no local.

- Não quero indenização da igreja, só quero que eles resolvam o meu problema. Outras pessoas temem reclamar - disse o servidor.

Wellington contou que come√ßou a viver o problema logo depois que se mudou para Cordovil, em julho de 2005. As paredes da casa do servidor s√£o coladas √†s do templo. Segundo ele, foram feitas in√ļmeras tentativas amistosas para que o volume fosse reduzido, principalmente nos fins de semana.

O servidor solicitou uma inspeção da Secretaria municipal de Meio Ambiente, que enviou fiscais para fazer vistorias na casa de Wellington e na igreja. Técnicos constataram que o nível de ruído na residência do servidor e no templo estava acima dos índices máximos estabelecidos por uma lei municipal. A igreja foi advertida para se adequar aos limites sonoros permitidos por lei.

Wellington também procurou a internet para desabafar e colocou sua reclamação na comunidade virtual "Deus não é surdo".

Fonte: O Globo