FG News: Justiça encaminha para PF processo de Luizianne contra campanha de evangélicos

Postado em: 22-08-2008 A Justiça Eleitoral em Fortaleza enviou nesta quinta-feira para a Polícia Federal cópia do processo da prefeita e candidata à reeleição, Luizianne Lins (PT), contra a campanha que a Igreja Assembléia de Deus faz na cidade contra a petista.

Se achar necessário, a PF poderá instaurar inquérito para investigar a Comaduec (Convenção de Ministros das Assembléias de Deus Unidas do Estado do Ceará), que espalhou cartazes pela cidade pedindo que os eleitores não votassem na petista.

A decisão é do juiz Emanuel Leite Albuquerque, da 117ª Zona Eleitoral, que na segunda-feira determinou a quebra do sigilo bancário da Comaduec para investigar quem financia a propaganda contra a prefeita. No despacho, o juiz também determinou o envio de cópia do processo para a PF. Porém, o processo foi enviado somente ontem.

A propaganda dos evangélicos é um manifesto da Assembléia de Deus pelo fato de Luizianne ter vetado um projeto de lei que previa a manutenção de um exemplar da Bíblia nas bibliotecas das escolas municipais de Fortaleza. Os cartazes traziam a frase: "Luizianne é contra a Bíblia e o povo de Deus. Diga não a Luizianne".

Na semana passada, a Justiça já havia determinado a retirada dos outdoors e cartazes espalhados pela cidade. A decisão previa multa diária de R$ 50 mil em caso de desobediência.

Como alguns cartazes ainda continuam espalhados pela cidade, a defesa de Luizianne entrou com novo pedido para o cumprimento da decisão, caso contrário pede que seja configurado crime de desobediência.

Apesar das decisões, a Comaduec iniciou nesta semana uma nova campanha. Agora, os evangélicos comparam Luizianne à personagem bíblica Jezabel, que perseguia os profetas de Deus. "Sra. Jezabel -- Por que a Senhora é contra a Bíblia e o povo de Deus?".

Fonte: Folha Online