FG News: “Pastor” acusado de pedofilia aponta 6 garotos vítimas de abuso

Postado em: 23-09-2008 O pastor da Igreja Nova JerusalĂ©m, de MarcelĂąndia (710 quilĂŽmetros de CuiabĂĄ), preso no Ășltimo fim de semana, admitiu Ă  polĂ­cia ter mantido relaçÔes sexuais com seis garotos menores de idade.

AntĂŽnio HilĂĄrio Filho, de 53 anos, confessou que praticava sexo com meninos de idade entre 11 e 15 anos desde 1995. Durante depoimento, ele identificou as seis vĂ­timas, sendo que cinco jĂĄ foram ouvidas e os casos, comprovados pela PolĂ­cia Civil de MarcelĂąndia.

O pastor ainda afirmou ter um distĂșrbio mental, que se trata de sentir atração apenas por meninos com essa faixa etĂĄria, e que nunca sentiu atração por mulheres ou homens. Ele tambĂ©m confessou que Ă© apenas homossexual passivo.

De acordo com o delegado do municĂ­pio, Luiz Henrique Oliveira, as investigaçÔes começaram quando o pastor atuava nessa mesma igreja, porĂ©m com sede no distrito Comunidade Bom Jaguar, de MarcelĂąndia, entre 2004 e 2005. Havia denĂșncias de crianças que freqĂŒentavam a entidade e o acusavam de abuso sexual. Inclusive, existe um inquĂ©rito, aberto em 2006, que apura a denĂșncia de um garoto que teria sido ameaçado pelo pastor, com arma de fogo, para manter relação sexual com o pedĂłfilo. “Sabemos que 80% do pĂșblico da igreja Ă© de crianças e adolescentes do sexo masculino. Isso porque o pastor tem um atendimento diferenciado com esses garotos. Ele Ă© professor de mĂșsica e tem dois times de futebol categoria mirim. Esse Ă© o atrativo que ele usa. Na maioria dos casos, ele alicia os garotos. AtĂ© o momento sĂł sabemos de um caso de ameaça grave”.

Essas seis vĂ­timas identificadas pelo pastor sĂŁo apenas aquelas que ele revelou os nomes. O delegado acredita que possa haver muitas outras, jĂĄ que hĂĄ 13 anos o pastor pratica o crime no municĂ­pio. “É muito tempo. SĂł poderemos confirmar no fim das investigaçÔes. Mas como era uma prĂĄtica habitual dele, acredito ser incalculĂĄvel o nĂșmero exato de vĂ­timas”.

ApĂłs a prisĂŁo do pastor, a polĂ­cia apreendeu diversos materiais que fazem referĂȘncia aos garotos, como fichas de cadastros e fotografias, alĂ©m de uma agenda com anotaçÔes em que ele descreve a relação que tinha com a primeira vĂ­tima, ainda em 1995. “Ele escreveu frases dizendo que ele irĂĄ servir a essa vĂ­tima para o resto da vida e vice-versa. TambĂ©m escreve que mulheres nĂŁo o satisfazem. TambĂ©m encontramos um bilhete de um garoto o ameaçando. No papel estĂĄ escrito que o menino queria R$ 50 para nĂŁo contar ao Conselho Tutelar o ‘segredo deles’”, completou o delegado.

A polícia também localizou duas espingardas calibre 28, algumas muniçÔes e animais silvestres abatidos, como pacas e perdizes. O Ibama multou o pastor em R$ 3 mil por crime ambiental. O acusado serå transferido para um presídio da região e responderå pelo crime de atentado violento ao pudor, podendo pegar de seis a dez anos de reclusão.

Fonte: DiĂĄrio de CuiabĂĄ