Anvisa manda recolher lotes de Epocler, Coristina, Doril, Maracugina e outros 50 produtos

Data 03-01-2017 | Tóopico: Ciência & Saúde

Imagem original
A Anvisa determinou nesta terça-feira (3/1) a suspensão da distribuição, comércio e uso de 124 lotes de diferentes medicamentos da Brainfarma S/A. A própria empresa emitiu um comunicado de recolhimento voluntário dos produtos.

Com isso os medicamentos dos lotes suspensos não podem ser comercializados ou utilizados.

O motivo foi uma falha no processo de pesagem, "pela utilização da antiga área de pesagem da fábrica durante a transição desta operação para a nova central de pesagem", sobretudo em excipientes (componentes que não o princípio ativo dos medicamentos), explica a empresa, em comunicado disponível nesta terça-feira, 3, na página da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). "Não há indicações de que o uso destes medicamentos possa gerar efeitos adversos à saúde, além dos previstos em bula."

Os lotes dos medicamentos, produzidos entre janeiro e março de 2016, representam 0,9% do volume anual e o recolhimento terá um custo "imaterial", diz a Hypermarcas, sem impacto sobre os negócios da companhia.

Entre os medicamentos, que terão "a suspensão da distribuição, comercialização e uso" "como medida de interesse sanitário" estão, entre outros:

*Coristina efervecente

*Biotonico Fontoura

*Doril

*Epocler

*Maracugina líquido

*Vitassay stress

*Doralgina

A lista completa está no site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Fonte: O Globo, Estadão e Anvisa



Este artigo veio de FolhaGospel.com
http://folhagospel.com

O endereço desta história é:
http://folhagospel.com/modules/news/article.php?storyid=33186