Moedas do tempo de Esdras descobertas em Jerusalém
Moedas do tempo de Esdras descobertas em Jerusalém

Cinco moedas que datam da época de Esdras foram descobertas em Jerusalém, no que um especialista chama de um achado raro.

As moedas têm cerca de sete milímetros de diâmetro e data do século IV aC, relatou o site israelense YNETNews.com. Três das cinco moedas estão intactas e legíveis.

A descoberta duplica o número de moedas encontradas anteriormente.  

“Ao longo dos 150 anos de escavações arqueológicas em todos os locais da antiga Jerusalém, apenas cinco dessas moedas foram encontradas”, disse Zachi Dvira, do Projeto de Peneiramento do Monte do Templo, ao site de notícias. “Nós encontramos agora três moedas inteiras, junto com duas erodidas, aparentemente da mesma série, e assumimos que encontraremos mais no futuro.”

Os persas governaram o reino durante o tempo em que as moedas foram cunhadas. Eles estão inscritos com as letras YHD, que fazem referência ao nome da província persa de Yehud. 

As moedas teriam sido feitas na época em que os judeus foram autorizados pelo rei persa, Ciro, a retornar a Jerusalém em 538 aC para construir o templo, informou o Times of Israel. Esses eventos são descritos no livro de Esdras.

“Estas foram as primeiras moedas já cunhadas pelos judeus”, disse Dvira à YNETNews. “Eles expressam o retorno do povo à sua terra após o exílio babilônico e sua capacidade de manter laços diplomáticos com o império dominante – a Pérsia – semelhante às nossas relações com os Estados Unidos hoje.

“Irônico que em um momento em que os iranianos estão abertamente falando de destruir Israel, moedas são descobertas de uma época em que o regime persa era favorável aos judeus e lhes permitia viver em Israel com dignidade”, acrescentou.

O site Temple Mount Sifting Project (Projeto de Peneiramento do Monte do Templo) diz que as moedas trazem uma imagem de uma coruja de celeiro copiada de moedas gregas.

Fonte: Christian Headlines