O cantor e compositor Edson Vieira de Barros, conhecido como Ed Wilson, morreu aos 65 anos na noite de domingo (3), no Hospital São Lucas, em Copacabana, na Zona Sul do Rio. Ele, que ficou famoso por ter participado da Jovem Guarda, lutava contra um câncer.

Wilson ganhou fama na década de 1980, com as composições “Aguenta coração”, que fez com Paulo Sérgio Valle e virou sucesso na voz de José Augusto e com “Chuva de prata”, feita em parceria com Ronaldo Bastos e gravada por Gal Costa.

Sua presença no cenário musical da época lhe valeu uma citação na canção “Festa de arromba”, de Erasmo Carlos, que dizia: “Lá fora um corre corre /dos brotos do lugar: Era o Ed Wilson / que acabava de chegar!”.

Depois disso, ingressou na música gospel onde emplacou sucessos como “Bom dia, amigo”, “Mais do que um sonho”, “Deixa Cristo Amar Você”, “Te amo tanto”.

Na música gospel, lançou seis álbuns:
– Chuva de Bençaos – 1983
– Minha Estrada – 1994
– Te Amo Tanto – 199
– Uma Força no Ar – 1997
– Seleção de Ouro
– Fé e Vitória

Ed Wilson teve as músicas “Bom dia, amigo” e “Mais do que um sonho” regravadas por Alex Gonzaga, vocalista da banda Novo Som.

Seu corpo foi velado na segunda-feira no Cemitério São João Batista.

Ed Wilson morava no Leblon, bairro da Zona Sul do Rio, e deixa viúva e filhos.

[b]Fonte: G1, SRZD, O Dia
[/b]