O arcebispo de Ibiza, Vicente Juan Segura, exigiu hoje a suspensão de uma exposição de imagens pornográficas, na qual o falecido papa João Paulo II aparece em uma cena de sodomia.

No entanto, a prefeitura da cidade recusou o pedido, reivindicando o direito à “liberdade de expressão”.

Na exposição, realizada na antiga igreja de Santa Maria das Graças, que teve seu uso concedido pelas autoridades eclesiásticas à prefeitura, há uma colagem de imagens pornográficas do artista holandês Ivo Hendriks, na qual também aparece Jesus Cristo junto de outros personagens da iconografia católica, misturados com cenas de sexo homossexual.

O arcebispo de Ibiza pediu “a imediata retirada das imagens que ofendem os sentimentos dos católicos”, ameaçando também suspender a concessão destinada às manifestações culturais na velha igreja em desuso e recorrer à Justiça.

Mas a prefeita, Lourdes Costa, afirmou que defenderá “até as últimas conseqüências” a “liberdade de expressão e de criação” e que não irá “censurar, nem antes, nem depois de alguma manifestação artística”.

Fonte: Agência EFE