Oito anos depois de a Igreja Presbiteriana da Graça em Tashkent ter comprado um importante cinema para usar como local de culto, o Comitê de Propriedade Estatal da cidade tenta anular a venda, segundo informações do Forum 18 relatadas por protestantes locais.

No dia 13 agosto, “sem qualquer advertência”, funcionários do Ministério da Justiça chegaram para uma vistoria nas atividades da igreja.

Se fossem encontradas “violações”, a igreja poderia ter tido seu alvará de funcionamento cassado, bem como o registro legal que confere o direito de administrar alguma atividade religiosa.

A igreja também enfrenta pressão de residentes locais. “O objetivo da vistoria era tirar a inscrição da igreja”, disse um protestante ao Forum 18.

“No momento a igreja ainda é registrada e pode funcionar”, disse um funcionário do Ministério da Justiça. Ele não disse o que motivou a decisão de inspecionar a igreja.

Oito anos no mesmo local

A Igreja Presbiteriana da Graça é conduzida pelo pastor Felix Li – que comprou um antigo cinema no distrito de Khamza de Tashkent em abril de 1999 com o aval do Comitê de Propriedade Estatal.

Porém, no último dia 24 de julho, o mesmo Comitê de Propriedade Estatal registrou um pedido junto ao Tribunal Econômico da cidade para anular a venda. Protestantes locais descreveram o movimento como “ilegal”.

Fonte: Portas Abertas