“Ninguém leva nada deste mundo quando morre”. É desta forma que o mexicano Carlos Slim, que recentemente tirou de Bill Gates o posto de homem mais rico do mundo, projetou, em entrevista à revista Época Negócios, o que fará com toda sua fortuna nos próximos anos.

O empresário aponta a eficiência administrativa como uma das chaves para o crescimento de sua “poupança”. “Creio que a riqueza deve ser administrada com eficiência, probidade, eficácia e sobriedade para produzir mais riqueza”, disse.

O magnata, que tem fortuna estimada em US$ 67,8 bilhões, descartou qualquer tipo de rivalidade com o co-fundador da Microsoft pelo posto de homem mais endinheirado da Terra.

“Isso é irrelevante. Não é competição. Não estou jogando futebol. Me preocupa mais quanto estamos investindo e o que está acontecendo em nosso trabalho do que uma coisa desse tipo”, garantiu à Época Negócios.

Slim também fez projeções positivas sobre a economia brasileira, onde tem “investimentos importantes” no controle da Claro e da Embrael. “Sentimos que o Brasil tem uma forma extraordinária, um potencial enorme.”

Mais rico do mundo promete US$ 300 mi para educação na AL

O magnata mexicano Carlos Slim, criticado por ser o homem mais rico do mundo em um lugar onde vivem milhões de pobres, desembolsará mais de US$ 300 milhões para construir escolas em regiões marginalizadas do México e depois expandirá o projeto pela América Latina.

“Vamos começar no México”, disse Slim na quinta-feira, em reunião com correspondentes estrangeiros. “Isso também é para Argentina, Brasil, todos os países” latino-americanos, acrescentou.

Slim, controlador da América Móvil, afirmou que deseja estimular a lógica e a matemática desde cedo, além da educação digital. Por isso, garantiu que investirá ainda este ano outros US$ 70 milhões em 250 mil computadores portáteis de baixo custo.

No ano que vem, calcula que distribuirá mais de um milhão de computadores na região – em escolas, casas de estudo e bibliotecas públicas.

Slim iniciará o projeto em zonas marginalizadas do Estado de Chiapas ou da periferia da capital do México e depois continuará provavelmente na América Central.

O empresário, 67 anos, tem fortuna estimada em US$ 68 bilhões. Recentemente, ele desbancou Bill Gates, fundador da Microsoft, na lista dos homens mais ricos do mundo. Segundo a revista Forbes de abril, Slim superou também em riqueza o investidor norte-americano Warren Buffet.

Fonte: Terra