Às vésperas da visita do papa Francisco aos Estados Unidos, um levantamento realizado pelo Washington Post e a ABC News mostrou que os cidadãos do país amam o Pontífice, mas não nutrem o sentimento na mesma intensidade com a Igreja. Segundo a pesquisa, 70% dos norte-americanos admiram o Papa, enquanto apenas 55% admira a Igreja Católica. Entre os católicos, esses números sobem para 86% e 81%, respectivamente.

A pesquisa também dividiu as respostas por religiões e 65% dos não católicos disseram que gostam de Jorge Mario Bergoglio, sendo que 62% daqueles que praticam outras religiões cristãs e 74% dos ateus disseram admirar o papa argentino.

A maioria dos norte-americanos também aprova a maneira que Bergoglio conduz a Igreja e concordam com a afirmação de que ele deve continuar seguindo o mesmo caminho à frente da instituição.

Outro ponto interessante do levantamento é que aumentou a sensação de que a Igreja está se interessando mais por questões que tocam os católicos do país. Para 56% deles, a entidade está focada nos problemas locais, sendo que em 2013, o número era de apenas 34%.

Já entre aqueles que seguem vertentes políticas, 79% dos liberais, 74% dos moderados e 62% dos conservadores também afirmaram aprovar as atitudes do Pontífice.

Outro índice que teve aumento desde que o Pontífice assumiu o cargo foi o da presença dos norte-americanos na Igreja: 45% deles frequentam as missas uma vez por semana ou mais, 19% dizem ir uma vez por mês e 39% raramente ou nunca.

[b]Fonte: Manchete oline[/b]