Omo, marca de sabão em pó da Unilever
Omo, marca de sabão em pó da Unilever

Uma das principais marcas da Unilever, a Omo se viu dentro de uma polêmica inesperada nos últimos dias após uma postagem no Facebook defendendo a ideologia de gênero das brincadeiras, sugerindo que crianças do sexo masculino e feminino podem brincar do que quiserem, não apenas de super-heróis ou bonecas.

Em um post publicado nas redes sociais, a marca sugeriu um “recall” das brincadeiras. “Meninas podem, sim, se divertir com minicozinha, miniaspirador e minilavanderia, mas também podem ter acesso a fantasias de super-heróis, carrinhos velozes e dinossauros assustadores. E meninos também devem ter toda a liberdade para brincar de casinha, trocar fraldas de bonecas e ter uma incrível coleção de panelinhas.” dizia o texto.

A mensagem para o Dia das Crianças, chamada de “Comunicado urgente para pais e mães” acabou recebendo uma chuva de críticas nas redes sociais.

Na mesma semana em que a hashtag #globolixo chegou ao topo dos assuntos mais comentados no Twitter e milhões de brasileiros se indignaram com as reportagens da rede Globo que promovem a ideologia de gênero, o comercial de sabão em pó gerou polêmica por tentar interferir na maneira como os pais criam seus filhos.

Após a repercussão negativa, a Omo se pronunciou. “Há mais de quinze anos OMO promove a importância do desenvolvimento infantil e do livre brincar para o crescimento das crianças e que o novo posicionamento da marca convida as pessoas a não deixarem a vida passar em branco. OMO quer reforçar, no Dia das Crianças, que toda a criança tem direito a se sujar e a brincar livremente como quiserem”, afirmou a marca em comunicado.

Abaixo, as publicações da Omo nas redes sociais: