Perseguição religiosa no Oriente Médio
Perseguição religiosa no Oriente Médio

A Organização das Nações Unidas (ONU) recebeu um apelo para estabelecer um Dia Internacional que homenageie vítimas e sobreviventes de perseguição religiosa.

O dia proposto por parlamentares britânicos é 3 de agosto, dia em que o Estado Islâmico iniciou campanhas genocidas contra cristãos, yazidis e outros grupos minoritários.

De acordo com a parlamentar britânica Fiona Bruce, há uma preocupação com o crescimento da perseguição religiosa mundial contra grupos minoritários.

É necessário diminuir as violações dos direitos de liberdade religiosa e crença e considerar planos de ação quanto a desenvolvimento estratégico, para que estes incidentes não resultem em crimes de guerra ou genocídios.

A ONU estabelece datas específicas para marcar ou aumentar a consciência sobre eventos ou tópicos como Juventude, Mulheres ou Liberdade Religiosa.

Ore pela liberdade religiosa em todos os países onde ainda há perseguição. Apresente a Igreja Perseguida, para que Deus a fortaleça em meio às dificuldades.

Fonte: Missão Portas Abertas