A Ordem dos Pastores Batistas do Espírito Santo realizou esta semana uma votação que determinou a ordenação de mulheres ao ministério pastoral. O resultado da assembléia extraordinária mostrou que quase metade dos eleitores foi contra a medida.

No entanto, por diferença de poucos votos, ao final da assembléia extraordinária da seção capixaba da Ordem dos Pastores Batistas, um passo importante foi dado em relação à participação feminina na sociedade. A ordem aprovou a ordenação de mulheres ao Ministério Pastoral.

Quando a ordenação feminina se tornar vigente, as mulheres pertencentes às igrejas ligadas à Convenção Batista do Espírito Santo poderão ser pastoras, exercendo de igual para igual as funções dos pastores, tais como celebrar casamentos e presidir cerimônias de batismo

Foram 65 votos favoráveis e 58 contrários, em uma assembléia com participação de 155 pastores.

Fonte: Jornal A Gazeta