No dia 30 de abril em Banglawmedu, políciais cancelaram um estudo bíblico, depois que extremistas hindus do Bharatiya Janata Party (BJP) invadiram a reunião, agrediram os participantes e ordenaram que voltassem ao hinsduísmo

O Conselho Global de Cristãos Indianos (GCIC) informou que o pastor V. Neethirajan da Igreja de Deus Ministério, estava conduzindo o estudo de três dias. Segurando a sua bandeira do partido bem alto, os extremistas gritavam: “Não à conversão dos hindus ao cristianismo”, e “Nós não permitiremos isso”, e ameaçaram atacar novamente se eles continuassem o estudo, de acordo com a GCIC.

O pastor e outros cristãos foram para uma delegacia próxima e prestaram queixa contra os membros do BJP. A polícia emitiu um alerta para os extremistas, mas, em seguida, ordenou aos cristãos que cancelassem o restante da reunião de estudo bíblico.

[b]Outro caso
[/b]
No dia 26 de abril na Cidade Nova de Yekahanka, Bangalore, extremistas hindus invadiram uma reunião de oração, agradiram um pastor e o acusaram de fazer conversões forçadas. O Conselho Global de Cristãos Indianos (GCIC) informou que o pastor, identificado apenas como Prakash, da Igreja Esperança Viva, liderava um grupo de cristãos em oração, quando cerca de 10 hindus radicais chegaram e ordenaram-lhes para que parassem imediatamente.

Eles rasgaram a roupa do pastor e o agrediram verbalmente, de acordo com a GCIC. Acusando-o de forma fraudulenta de tentar converter os hindus forçosamente ao cristianismo. Os líderes cristãos da região interviram para resolver a questão.

[b]Pedidos de oração
[/b]
• Ore pela proteção dos pastores da India.

• Ore para que os cristãos permaneçam firmes e não desistam de seguir a Jesus.

• Peça a Deus que dê crescimento espiritual e numérico na India.

[b]Fonte: Missão Portas Abertas[/b]