A organização ChinaAid está realizando um chamado urgente de oração após ser informada de que os principais líderes da China decidiram tomar medidas contra uma das maiores igrejas não registradas do país, nos próximos dias.

São medidas totalmente diferentes das táticas utilizadas até agora contra a Igreja Shouwang, e pode mudar a natureza de seus conflitos com o governo.

A ChinaAid pede que os cristãos em todo o mundo orem por essa igreja.

Em um artigo, a organização deixou claro que a “tempestade estava se intensificando”, e expressou “medo e preocupação de que o governo chinês, para proteger seus próprios interesses, tomaria medidas severas contra a Igreja Shouwang e seus membros”.

No decorrer das últimas quatro semanas, ficou muito claro que o regime de Beijing não tolera nem um pouco a Igreja Shouwang e suas práticas religiosas. Isso é algo que as igrejas chinesas, principalmente as não registradas, tiveram de tolerar nos últimos 60 anos.

A ChinaAid pede que todas as igrejas e cristãos ao redor do mundo apóiem a Igreja Shouwang em oração. “Acreditamos que, mesmo que a Igreja Shouwang seja destruída e aniquilada, a Igreja na China continuará como uma lâmpada, sempre brilhando na escuridão, levando esperança ao povo chinês. Assim como o Senhor Jesus prometeu: “As portas do inferno jamais prevalecerão contra a Igreja!”.

[b]Fonte: Missão Portas Abertas[/b]