O corpo foi achado pendurado em uma árvore, numa situação de enforcamento. A Polícia Civil trabalha com as hipóteses de suicídio ou homicídio.

O padre Lauro de Deus Nogueira Sobrinho, 47 anos, relações públicas da igreja católica do Piauí, foi encontrado morto no final da tarde desta quarta-feira (14) no município de Barro Duro ( cerca de 90km de Teresina, capital piauiense). Seu corpo foi achado pendurado em uma árvore, numa situação de enforcamento, a 19km da sede da cidade. A Polícia Civil trabalha com hipótese de suicídio, mas não descarta homicídio.

“Ainda é precipitado afirmar qualquer coisa. A princípio não há sinais de violência ou lutas e não levaram nada”, informou o delegado do município, Emerson Almeida, que apura o caso.

Seu veículo, um Siena de cor azul, estava próximo ao local. O veículo foi encontrado aberto e com a chave na ignição. A Polícia informou que técnicos da Eletrobras Piauí passavam pela região e localizaram o corpo.

A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o caso. O corpo e o local onde o religioso foi encontrado, por volta das 17h, passam por perícia. Como o município não tem peritos, a polícia teve que esperar cerca de 2h para liberação do corpo.

O delegado Emerson Almeida informou que a partir de amanhã vai ouvir as pessoas ligadas ao pároco como de quem esteve nas redondezas da localidade onde o corpo foi encontrado.

A morte do padre Lauro chocou a capital piauiense, onde era conhecido. O pároco, recentemente, participava de um concurso na internet para gravação de um clipe. Ele estava em sexto lugar na eleição da “Atração Católica”, promovido pelo Fé&Som, um site de divulgação de música gospel.

Até a edição da matéria, o corpo não havia chegado em Teresina para o velório. A Arquidiocese da capital piauiense prepara nota para ser divulgado na noite desta quarta-feira. Segundo amigos, padre Lauro não tinha perfil de suicida e faltou missa marcada para esta quarta-feira, situação que era raridade na sua vida missionária.

[b]Fonte: Terra[/b]