A Polícia Civil investiga um padre de Carapicuíba (Grande SP) acusado de ter mantido relações sexuais por mais de um ano com uma estudante de 14 anos.

A estudante era coroinha da paróquia Santa Rita de Cássia, uma das maiores da cidade, situada na Vila Dirce.

O alvo da investigação é o ex-pároco dessa igreja, de 42 anos, que frequentava a casa da família da vítima. Ele foi expulso da paróquia pela Diocese de Osasco há nove dias –continua padre, porém, não pode celebrar missas em nenhuma igreja.

Segundo o vigário-geral da diocese, monsenhor Claudemir José dos Santos, o afastamento do padre se deu assim que a família da vítima comunicou o caso à igreja.

[b]Fonte: Novo Tempo[/b]