O religioso irlandês Cornelius Horan, que agarrou o brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima durante a maratona da Olimpíada de Atenas, em 2004, foi proibido de estar em qualquer evento esportivo.

A decisão foi tomada por um juiz londrino, que estipulou uma pena de cinco anos de prisão para Horan, caso ele desobedeça a sentença.

Além de atrapalhar o atleta brasileiro, que liderava a maratona olímpica, Horan também invadiu a pista durante o Grande Prêmio de Silverstone de Fórmula 1, em 2003.

Fonte: Terra