O padre Júlio Lancelotti irá receber o Prêmio dos Direitos Humanos 2007 na terça-feira (11), em Brasília. A premiação foi anunciada e é promovida pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República. O padre foi contemplado com o prêmio na categoria “Enfrentamento à Pobreza”.

O prêmio será entregue cerca de dois meses após Júlio Lancelotti denunciar a extorsão de dinheiro que ele sofreu por uma quadrilha. Entre os três inquéritos em andamento após as denúncias, um investiga extorsão e enriquecimento ilícito contra o ex-interno da Febem Anderson Batista e o outro investiga corrupção de menor supostamente cometida pelo padre.

Padre Júlio foi uma das dez pessoas físicas eleitas pela secretaria para receber o prêmio que será entregue no Palácio do Planalto em cerimônia que contará com a presença do vice-presidente, José Alencar.

Além do padre, entre os premiados pela Secretaria dos Direitos Humanos estão o ex-secretário Nacional dos Direitos Humanos e ex-ministro da Justiça, José Gregori, e Fábio Konder Comparato, doutor honoris causa da Universidade de Coimbra, doutor em direito pela Universidade de Paris, professor titular aposentado da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).

Lancelotti é Teólogo, pedagogo, doutor honoris causa pela PUC/SP e pároco da Igreja de São Miguel Arcanjo. Há anos o religioso desenvolve trabalho em defesa dos direitos dos moradores de rua e da população carcerária de São Paulo.

Fonte: G1