Um padre americano pode ser condenado a mais de três anos de prisão por entrar na Rússia com munição para armas de caça. Phillip Miles pediu clemência hoje diante do tribunal e destacou o trabalho de caridade que faz no país.

Esperava-se que a decisão do tribunal saísse hoje, mas, depois de ouvir o réu, a juíza Olga Drozdova adiou a decisão até a próxima segunda-feira.

Miles, 52 anos, foi preso no dia 3 de fevereiro, cinco dias depois de chegar à Rússia com uma caixa de munição. Ele afirmou que os cartuchos eram um presente para um amigo e que não havia verificado se a lei russa era diferente da americana no que diz respeito às armas e munições.

Vladimir Ryakhovsky, advogado de Miles está confiante que o padre não será condenado. “Eu quero que acreditar que ele não será preso”, disse.

Fonte: AP