As forças de segurança palestinas afirmaram que prenderam dois radicais islâmicos suspeitos de colocar fogo em uma árvore de Natal no norte da Cisjordânia.

Uma autoridade informou nesta sexta-feira que os suspeitos colocaram fogo na árvore na quarta-feira em Zababdeh, um vilarejo de maioria cristã cerca de Jenin.

O policial falou em condição de anonimato porque não estava autorizado a falar com repórteres.

Ele afirmou que ambos os suspeitos estão sob investigação por possível ligação com grupos extremistas islâmicos. A autoridade também divulgou que as forças de segurança palestinas prenderam na quarta-feira cerca de uma dezena de suspeitos de radicalismo islâmico em Belém.

Os cristãos compõem cerca de 2% da população da Cisjordânia.

[b]Fonte: Associated Press via Exame.com[/b]