O Papa Bento XVI pediu hoje o aumento do compromisso mundial “para derrotar o flagelo” da tuberculose, e expressou sua proximidade aos doentes e suas famílias.

Bento XVI fez esta chamada após a reza do Regina Coeli – que substitui o Ângelus neste período litúrgico -, realizada a partir de sua residência de Castelgandolfo, aonde foi neste domingo para alguns dias de descanso após os atos de Semana Santa.

Hoje é o Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose, lembrou o Papa, que disse que se sente “especialmente próximo aos doentes e a suas famílias”.

O Papa disse que sua chamada para aumentar a luta contra a tuberculose se dirigia, “principalmente, às instituições católicas, para que todos os que sofrem possam reconhecer, através de suas obras, o Senhor Ressuscitado que lhes dá cura, consolo e paz”.