Segundo Francisco, o melhor que se pode oferecer aos políticos é uma oração “para que governem bem.

O papa Francisco disse nesta segunda-feira que “a humildade e o amor” são características indispensáveis para os governantes e que os “os cidadãos, sobretudo se são católicos, não podem se desinteressar da política”.

“Um bom católico se envolve com a política oferecendo o melhor de si mesmo para que o governante possa governar”, afirmou o pontífice argentino na homilia pronunciada durante a missa matutina que realiza diariamente na Casa Santa Marta, onde vive no Vaticano.

“Nenhum de nós pode dizer: eu não me meto nisto, eles governam”, disse o papa.

Segundo Francisco, o melhor que se pode oferecer aos políticos é uma oração “para que governem bem, para que levem nossa pátria, nossa nação adiante e também o mundo”.

O papa argumentou que quem governa “deve amar seu povo porque um governante que não ama, não pode governar. No máximo poderá ordenar, pôr um pouco de ordem, mas não governar”.

Para Francisco, a política, de acordo com a doutrina social da Igreja, “é uma das formas mais elevadas da caridade, já que serve ao bem comum”.

[b]Fonte: Yahoo[/b]