O Papa Bento XVI elogiou hoje o “empenho ecumênico” e a “positiva contribuição” de Teoctist, Patriarca da Igreja Ortodoxa Romena e que morreu segunda-feira, aos 92 anos, para as “relações entre católicos e ortodoxos”.

“Quero lembrar com estima e afeto esta nobre figura, que contribuiu positivamente para as relações entre católicos e ortodoxos, encorajando constantemente a Comissão Mista Internacional para o Debate Teológico”, disse Bento XVI após a oração do Ângelus.

O Pontífice citou como claros exemplos do “empenho ecumênico” de Teoctist as “duas visitas feitas a João Paulo II e a recepção” dedicada a este último na “histórica viagem de 1999 à Romênia”.

Bento XVI lembrou que enviou uma delegação liderada pelo presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, o cardeal Walter Kasper, para o funeral de Teoctist, ocorrido na sexta-feira.

O Patriarca, que durante 21 anos foi o pastor espiritual do segundo maior povo ortodoxo do mundo, foi enterrado na Catedral Metropolitana de Bucareste, com as mais altas honras eclesiásticas e laicas.

Fonte: Terra