O papa Bento XVI afirmou nesta quinta que está “profundamente sentido” pela morte do arcebispo católico de rito caldeu da cidade iraquiana de Mossul, Boulos Faray, informou o porta-voz do vaticano, Federico Lombardi.

Lombardi afirmou que o pontífice foi “imediatamente” informado da morte do religioso, que foi seqüestrado no dia 29 de fevereiro no Iraque.

Fonte: EFE