O papa Francisco alertou os fiéis hoje, dia 25, contra pessoas que “privatizam a Igreja para sua própria nação, para seus próprios amigos” e interesses.

“É triste encontrar uma Igreja privatizada por este egoísmo e esta falta de fé”, disse diante de cerca de 40 mil pessoas, durante a audiência geral desta quarta-feira.

O religioso destacou que a Igreja é uma, “embora seja formada por quase 3 mil” dioceses em todos os continentes e representada por “muitas línguas, culturas, rostos”. Não existe “uma Igreja dos europeus, uma dos asiáticos, africanos ou uma dos americanos”, concluiu.

[b]Fonte: Jornal da Mídia[/b]