O papa Francisco pediu ontem, dia 25, que a comunidade internacional se mostre “sensível” diante da “trágica situação” da Síria.

O Papa ainda solicitou que as autoridades mundiais “usem todo seu empenho para ajudar a querida nação síria a encontrar uma solução a uma guerra de semeia destruição e morte”.

Rebeldes denunciaram nesta semana o uso de armas químicas por parte das tropas do presidente Bashar al Assad, o que vem causando preocupação entre as organizações internacionais e países. O conflito no país dura mais de dois anos.

Em uma mensagem publicada mais tarde em sua conta no Twitter, o religioso pediu que os fiéis “não tenham medo de pedir perdão a Deus”. “Ele não se cansa nunca de perdoar. Deus é todo misericórdia”, concluiu.

[b]Fonte: Ansa[/b]