A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) quer aproveitar a primeira visita do papa Bento 16 ao Brasil, em maio do próximo ano, para realizar a cerimônia de canonização de Frei Galvão, o primeiro santo nascido no país.

Essa será a quarta visita de um sumo pontífice da Igreja Católica ao Brasil. Bento 16 vai celebrar uma missa em Aparecida do Norte, em 13 de maio, e abrirá, no dia seguinte, a Assembléia dos Bispos da América Latina.

Brasileiro de origem, Frei Galvão morreu em 1822. Sua imagem e realizações transformaram-se em culto popular, transmitido de geração em geração.

“Ele morreu já com fama de santo. Frei Galvão será o primeiro santo canonizado nascido aqui”, afirmou a jornalistas nesta quinta-feira o vice-presidente da CNBB, dom Antônio Celso de Queirós.

Normalmente realizada em Roma, a canonização é a declaração oficial de santidade. Bento 16 fará sua primeira visita ao país depois de ter sido eleito papa, em abril do ano passado.

“Certamente ele não vai dar nenhum recado, a não ser falar de grandes temas”, afirmou o presidente da CNBB, cardeal Geraldo Majella Agnelo.

João Paulo 2o, seu antecessor, morto em 2005, visitou o país três vezes, em 1980, 1991 e 1996.

Fonte: Reuters