Dia 11 de fevereiro comemoraram-se 80 anos da criação do Estado do Vaticano, o menor do mundo, com 0,44 quilômetro quadrado. A região teve sua autonomia reconhecida em 1929.

Governado pelo papa, o Vaticano é a sede da Igreja Católica Apostólica Romana. Neste videocast, Sérgio Gil, professor de Relações Internacionais da Faculdade Rio Branco, fala sobre o assunto.

Segundo Gil, o Vaticano tem influência porque, como Estado, acaba participando de eventos internacionais. “O Vaticano leva as posições da Igreja Católica. Nenhuma outra religião tem um Estado associado a ela, como tem a Igreja Católica”, diz.

História

As terras ocupadas hoje pelo Vaticano foram doadas para a Igreja Católica em 756, por Pepino, o Breve, rei dos francos.

A independência do Vaticano só foi reconhecida em fevereiro de 1929, por meio do Tratado de Latrão, assinado pelo ditador fascista Benito Mussolini e o papa Pio 11.

Nesse tratado, a Itália reconheceu a soberania da Santa Sé sobre o Vaticano, declarado Estado soberano, neutro e inviolável. Por outro lado, a Igreja Católica renunciava aos territórios que havia possuído na Idade Média e reconhecia Roma como capital da Itália.

Governado atualmente pelo papa Bento 16, o Vaticano é a sede da Igreja Católica Apostólica Romana. A segurança é feita pelos soldados da Guarda Suíça, criada no século 15.

Fonte: Folha Online