O pastor da Igreja Evangélica Assembléia de Deus, Jamil Dias, 55, permanece internado na UTI do Hospital Policlínica em Cascavel. Jamil Dias foi atacado por uma cachorra da raça pit bull no início da noite de sábado.

O animal, com o nome de Malvada, fugiu e atacou outro cachorro que passava pela rua.

Para salvar a menina que passeava com o cão, Jamil Dias tentou afugentar o pit bull, mas também foi atacado. Ele foi mordido no pescoço e no tórax. Além do mais, foi derrubado e bateu violentamente a cabeça, sofrendo traumatismo craniano.

Segundo relato de populares, um motociclista que passava pelo local ajudou o pastor evangélico. O condutor da moto retirou o capacete e desferiu vários golpes contra o pit bull. Quando o cão foi dominado, o Siate pôde prestar atendimento à vítima que foi encaminhada ao Hospital Universitário, num primeiro momento.

Os proprietários do pit bull poderão ser responsabilizados, tendo em vista uma suposta negligência, já que o cão teria escapado outras vezes. A Polícia Civil deverá instaurar inquérito e no decorrer da semana ouvirá testemunhas. O ataque do pit bull foi tão violento que o cachorro que passeava com a menina morreu na hora.

Fonte: Jornal Correio do Povo de Paraná