Um pastor com histórico de declarações polêmicas contra muçulmanos, católicos e gays celebrará um culto privada para a família Trump antes da posse do presidente eleito dos EUA, revelou nesta quinta-feira (19) a rede CNN.

A celebração na igreja de St John’s é uma das tradições do dia da posse presidencial nos EUA.

[img align=left width=300]https://conteudo.imguol.com.br/c/noticias/0e/2017/01/19/19jan2017—o-pastor-batista-americano-robert-jeffress-1484862074698_615x300.jpg[/img]O pastor batista Robert Jeffress lidera um megatemplo com 12 mil membros em Dallas, no Texas, de acordo com a CNN.

Segundo a rede de TV, entre suas declarações polêmicas estão dizer que a Igreja Católica foi “desviada por Satã”, que o Islã é uma heresia “das profundezas do inferno” e uma religião que promove a pedofilia e que o presidente dos EUA, Barack Obama, “preparou o caminho para o Anticristo”.

O pastor também teria dito que muçulmanos, hindus e mórmons adoram falsos deuses.

Além das famílias de Donald Trump e de seu vice, Mike Pence, cerca de 300 pessoas devem participar do culto.

[b]Fonte: UOL[/b]