Um pastor da igreja Assembleia de Deus, de 44 anos, foi preso por volta das 20h de terça-feira (14) no bairro Bucarein em Joinville, no Norte de Santa Catarina. Contra ele, havia um mandado de prisão por homicídio qualificado expedido pelo estado de São Paulo.

Ele é condenado a 14 anos de prisão, segundo a Polícia Militar. Ao ser abordado, o pastor apresentou os documentos de um irmão dele que já morreu. Ele foi encaminhado para a Central de Polícia do município.

Conforme a PM, os policiais chegaram a ele porque uma denúncia anônima informou que o pastor usava documentos de outra pessoa.

Segundo a PM, o homicídio foi cometido no município de São Vicente (SP). Outros detalhes não foram informados pela corporação.

[b]Fonte: G1[/b]