Um fato curioso aconteceu após o treinamento de sexta-feira na Cidade do Galo. Um pastor, que se recusou a revelar o nome, distribuiu cestas com bíblias, CD’s e mensagens de incentivo para alguns jogadores do Atlético-MG.

Os presenteados foram todos atletas do setor ofensivo. O pastor disse ter sonhado na noite anterior que os jogadores Tchô, Danilinho, Galvão e Éder Luís estavam amaldiçoados e, por isso, não estavam marcando gols, e as cestas iriam livrar os jogadores do mau agouro.

Os jogadores do Atlético aceitaram de bom grado o presente, mas não comentaram a suposta maldição. Quando perguntado sobre a atitude do pastor, o técnico Zetti também não quis se pronunciar.

– Não falo sobre isso – diz.

A assessoria do Atlético afirmou que o pastor era um penetra oportunista e nenhum dirigente comentou o ocorrido. Com ou sem maldição, a torcida espera que as cestas ajudem a quebrar o jejum.

Fonte: G1