O pastor Kenny Luck indica que a Bíblia não proíbe o álcool, mas orienta sobre o uso adequado.

Ao descrever sobre o modo como a igreja e a Bíblia compreendem o consumo do álcool, o pastor Kenny Luck, do ministério Every Man e da igreja Saddleback Church, trouxe à tona algumas novas maneiras de olhar para quem bebe e o quanto bebe.

Luck analisa que a bebida está presente em diversos âmbitos sociais de nossa vida há muitos anos, visto que a própria Bíblia fala de quando Jesus transformou a água em vinho, o que leva a crer que “há um lugar para o álcool na sociedade”, resume.

E diante da sensação agradável que a bebida alcoólica pode deixar, ao relaxar pessoas ou integrar eventos sociais, o religioso alerta sobre a importância da moderação, relatando sobre as milhares de pessoas que morrem em função do uso excessivo do álcool nos EUA, e os milhões que vão parar em consultórios médicos.

Com situações tão controversas, Luck indica que a bebida não precisa ser necessariamente descartada, ou que a Bíblia impeça de consumí-la. Entretanto, ele afirma que “Deus está preocupado com sua cria, e beber pode ser uma forma Dele testá-lo”, e por isso é necessário seguir algumas diretrizes para consumir álcool.

Na sequência, ele consta que “beber é sobre ter controle”, já que há um limite para o consumo do álcool, principalmente para não deixar o espírito se perder. Luck indica que a Bíblia não proíbe o consumo de álcool, mas ressalta a importância de ter um “espírito sóbrio” que mantenha o controle do corpo diante das coisas de Deus.

Por fim, em um terceiro ponto, ele crava que “beber é sobre ter caráter”. O pastor aconselha que a bebida não deve ser usada para escapar de problemas, aumentar a coragem ou ajudar com a honestidade, pois para isso Deus está presente, com um propósito para nossas vidas, guiando nossos corações.

[b]Fonte: The Christian Post[/b]