O pastor evangélico Gilberto Cavalcanti, dono da casa que desabou em Marechal Hermes, RJ, matando duas crianças e deixando sete pessoas feridas na útima quinta-feira, será indiciado por duplo homicídio doloso e lesão corporal

Ele não deve ficar preso, já que fugiu do flagrante, e apresentou-se apenas anteontem na delegacia. Uma das vítimas fatais do desabamento foi a filha do pastor, Sara Santos Cavalcante, de 12 anos.

– Eu não pude ir ao enterro da minha própria filha porque sofri uma ameaça de morte da população – disse Gilberto.

Vizinhos do pastor confirmaram que ele está sendo ameaçado. Um morador, que não quis se identificar, disse que ele escapou de ser linchado:

– Ele precisa apanhar muito mesmo e, no que depender de mim, isso acontece.

Sara foi enterrada na tarde desta sexta no cemitério de Ricardo de Albuquerque. A outra vítima, Rafaela Lucena, de 8 anos, foi enterrada no Jardim da Saudade, em Sulacap.

Uma obra para acrescentar um terceiro andar pode ter sido a causa do desabamento. Desde o início da obra, o dono do imóvel já havia recebido cinco multas da Defesa Civil. No imóvel que desabou funcionavam uma igreja evangélica e um centro de aulas de reforço escolar.

O pastor estaria construindo um local para cultos no terceiro andar, onde também foi feita uma piscina que serviria de pia batismal. Ele não estava presente no local quando aconteceu o desabamento, mas a mulher dele, Rosângela Fernandes dos Santos Cavalcante, dava aula e foi uma das vítimas socorridas pelos cem bombeiros que estavam no local.

A filha Sara, de 12 anos, e a amiga dela, Rafaela Lucena, de 8 anos, morreram. Outras 11 pessoas ficaram feridas. Sete delas foram socorridas e levadas para quatro hospitais da cidade.

O trabalho de demolição do que restou da casa começou na manhã desta sexta-feira. Os técnicos da Defesa Civil acharam melhor fazer o serviço para evitar que estranhos vasculhassem os destroços e o próprio imóvel.

Mais cedo, parentes dos donos da casa retiraram documentos e objetos de dentro da casa. A rua permanece interditada.

Fonte: O Globo Online