As acusações dizem respeito a fraude postal, fraude eletrônica e conspiração envolvendo o suposto desvio de doações feitas à igreja.

Um reverendo e uma assistente de uma igreja no estado norte-americano de Michigan foram indiciados por desvio de aproximadamente US$ 700 mil do caixa da denominação.

Edward Belczak, 69, e a funcionária Janice Verschuren, 67, foram indiciados por um Tribunal Distrital em cinco acusações de desfalque da Igreja St. Thomas More, na cidade de Troy.

De acordo com informações do Detroit Free Press, as acusações dizem respeito a fraude postal, fraude eletrônica e conspiração envolvendo o suposto desvio de doações feitas à igreja entre 2004 e 2012.

Belczak, com a ajuda de Verschuren, foi acusado de roubar dinheiro da igreja de diversas maneiras, incluindo depósito de dinheiro uma conta secreta, roubando doações da cesta de coleta e desvio de mais de US$ 26 mil de comissões que seriam direcionadas à igreja, além do envio de relatórios financeiros falsos à Arquidiocese de Detroit para encobrir os desafios.

O arcebispo de Detroit, Allen Vigneron, afirmou que a Arquidiocese vai “cooperar plenamente com as autoridades civis” para o esclarecimento dos fatos. O reverendo Belczak tem mantido sua postura de declarar-se inocente, apesar das acusações e indícios contra ele, segundo informações do Christian Post.

[b]Fonte: Gospel+[/b]