O responsável pelo evento mostrou todas os documentos que comprovam que o som e os seguranças foram pagos.

O pastor Ivonélio Abrahão gravou um vídeo para explicar a sua versão sobre que aconteceu no dia 18 de julho em União dos Palmares (AL) quando o show do cantor Thalles Roberto foi cancelado deixando centenas de pessoas frustradas.

O vídeo foi postado no Youtube nesta quinta-feira (8) pelo responsável do evento mostra documentos que comprovam que o som, os seguranças, as passagens, o hotel e até o almoço do cantor estavam pagos.

Ao mostrar os comprovantes de pagamento, Abrahão invalida a versão apresentada por Thalles que gravou um vídeo assim que o caso repercutiu na internet dizendo que não se apresentou porque não tinha som e que o pastor estava em débito com algumas empresas que prestaram serviço para o evento.

O pastor de União dos Palmares diz que Thalles “não cantou porque não quis” e revela que para algumas pessoas ele declarou que “não toca para minorias” se referindo a quantidade de pessoas que estavam aguardando sua apresentação.

O show tinha como expectativa atrair 20 mil pessoas, mas por conta do mal tempo, apenas 500 compareceram. Os ingressos foram vendidos a R$35 e o pastor afirma ter gasto R$100 mil com a organização do evento, sendo que R$65 mil foram pagos para o cantor.

Os participantes do show foram comunicados da não apresentação por volta das 22h, indignados dezenas deles se dirigiram ao hotel onde Thalles Roberto e sua banda estavam para protestar, chamando o cantor de mercenário.

O caso foi parar na justiça e o pastor Ivonélio Abrahão garante que tem provas documentadas e testemunhas de que o cantor faltou com a verdade ao falar sobre o caso, mas que confia mesmo é na justiça divida. “Deus é expert em derrubar estrelas”, disse.

Assista:

[b]Fonte: Gospel Prime[/b]