As investigações sobre o duplo homicídio ocorrido em Juara (300 km de Sinop) no último dia 19 estão tomando um novo rumo.

O delegado Joáz Gonçalves disse que as investigações sobre os assassinatos de João Buono e sua esposa Maria dos Reis Oliveira estao voltadas agora um suposto pastor, que pode estar envolvido no crime.

O suspeito tem 30 anos, se entitulava pastor e teria ido várias vezes até a chácara demonstrando interesse em comprá-la.

O suspeito teve um rápida passagem por Juara onde praticou crimes de estelionato e estupro.

O delegado disse, em entrevista na Rádio Tucunaré, que o suposto pastor está foragido. O neto de João, de 19 anos, chegou a ser apontado como suspeito. Ele foi preso por atropelar um jovem que veio a óbito, na mesma noite do crime

Fonte: 24 Horas News