Em março de 2012, Teresa MacBain fez uma declaração que deixou sua igreja perplexa. Mesmo tendo sido criada por pastores e também ser uma pastora na Igreja Metodista Unida, na Flórida (EUA), ela anunciou que não acreditava mais em Deus.

[img align=left width=300]https://thumbor.guiame.com.br/unsafe/840×500/top/smart/media.guiame.com.br/archives/2016/10/21/3835569005-teresa-macbain.jpg[/img]Seu anúncio foi feito à multidão de pessoas reunidas na Convenção dos Ateus Americanos. “Eu não sabia nada sobre vocês [ateus]. Eu nunca tinha visto seus rostos. Vocês eram apenas ‘aquelas pessoas’, e eu era a única que estava no caminho certo. Vocês eram os que iam queimar no inferno… E estou feliz em dizer que eu também vou queimar com vocês”.

Antes mesmo de anunciar sua nova posição, Teresa havia se unido ao Projeto Clero, que trabalhava com pastores que tinham questionamentos sobre a fé ou se tornaram ateus secretamente. Mais tarde, ela se envolveu com diversas outras organizações ateístas.

Depois de muitos anos se destacando no ativismo ateísta, Teresa retornou a uma vida de fé. Em seu site, ela conta que redescobriu a graça de Deus através da música e do amor incondicional da família e amigos. Agora ela carrega consigo uma missão: ajudar as pessoas que estão lutando com sua própria fé.

“Quando eu estava no meu ponto mais baixo, eu encontrei Deus ali ao meu lado. Percebi o verdadeiro significado da graça, que me levou a abraçar a vida como uma cristã progressiva”, disse Teresa.

Atualmente, ela vive no estado norte-americano de Alabama com seu marido e filhos. Ela faz parte do louvor de sua igreja local e lidera um pequeno grupo de pessoas que estão em conflito com sua fé.

Hoje, ela pretende “promover a compaixão e a compreensão, além de equipar as organizações religiosas a proporcionarem segurança e apoio para aqueles que se sentem sozinhos nesta luta”.

[b]Fonte: Guia-me[/b]