O patriarca ortodoxo de Moscou e de todas as Rússias, Aleksej II, será recebido pela Igreja Católica na França. Ele chega à cidade de Estrasburgo no dia 1º de outubro, onde será recebido pelo bispo auxiliar da arquidiocese, Dom Jean-Pierre Grallet.

Na capital francesa, o patriarca se encontrará com o arcebispo de Paris, Dom André Vingt-Trois, e também com o presidente da Conferência Episcopal Francesa, Cardeal Jean-Pierre Ricard, arcebispo de Bordeaux.

No convite dirigido a Aleksej II, o Cardeal Ricard expressa o desejo de que a visita “reforce as ligações _ muito antigas _ de estima e amizade tecidas entre a Igreja Católica da França e a Igreja Ortodoxa russa”.

Em entrevista a uma revista francesa, o patriarca Aleksej II discorre sobre a importância da união ecumênica, dizendo que “é evidente que algumas tendências do mundo contemporâneo, como a secularização, o relativismo religioso, a marginalização da religião em relação à vida social, a propaganda de uma cultura de consumo e a revisão das normas éticas, exigem uma resposta comum, que católicos e ortodoxos devem dar”.

Aleksej II fala ainda, sobre a necessidade de as Igrejas Católica e Ortodoxa defenderem juntas, a família, “e advertir a sociedade sobre o caráter nefasto da cultura da morte propagada hoje, que deseja que aceitemos o aborto, a eutanásia e as uniões entre pessoas do mesmo sexo”.

Fonte: Rádio Vaticano